ISP Saúde Blog

Hygiaplasma: Rejuvenesce a pele desde a primeira sessão!

Moderno, versátil e com uma gama de tratamentos, o Hygiaplasma promove instantaneamente, após a primeira sessão, o rejuvenescimento da pele, a remoção de verrugas, manchas, sardas, cicatrizes de acne e estrias, clareamento de tatuagens, além de combater a flacidez da pele.

O Hygiaplasma utiliza o princípio físico da descarga de faísca denominada “Plasma”, gerada por corrente contínua. Seguro e controlado por sistemas eletrônicos, se caracteriza pela forma de uma faísca luminosa entre o aplicador e a pele do paciente a uma distância inferior a dois milímetros, que pode ser acionada e/ou interrompida pelo operador instantaneamente. O maior diferencial desse aparelho é a potência, 3 Watts, a maior do mercado.

Jato de Plasma: a técnica vinda da Europa, vem agradando o público feminino por seus resultados incríveis. O aparelho gerador de jato de plasma é indicado para corrigir e melhorar várias imperfeições da pele e até mudar o seu olhar, pois consegue o efeito de uma bleferoplastia, por exemplo, sem os incômodos de um procedimento cirúrgico.

O que é Plasma, afinal?

O plasma é uma matéria gelatinosa moldável, considerado o quarto estado da mtéria, onde elétrons se separam dos átomos, produzindo gás ionizado. O plasma é formado através de corrente de alta tensão em contato com o ar e faz com que esses eletrons se desprendam do átomo, resumindo, o aquecimento o transforma num gás ionizado, no que conhecemos como Jato de Plasma.

JATO DE PLASMA

O equipamento é um gerador de plasma artificial, de corrente contínua, com alta tensão e alta intensidade.

Necessita de um meio condutor para realizar o procedimento.

Na área da estética trata, além das disfunções citadas acima, as telangiectasias.

Pode ser usado na área médica, trocando-se a ponteira e a intensidade do estímulo. A medicina pode adotar o aparelho para blefaroplastia não-invasiva, eliminação de verrugas, xantelasmas, entre outros.

Proporciona aumento da produção de colágeno do tipo 1, quimiotaxia, liberação de fatores de crescimento e restabelecimento da bioeletricidade celular.

O gerador de plasma utiliza ponteiras que podem ser encostadas na pele, o plasma é controlado, atinge maior profundidade, causa uma agressão controlada e por isso necessita de profissionais habilitados para a técnica.

ELETROCAUTÉRIO

O equipamento tem corrente alternada de baixa tensão e alta intensidade, tudo para produzir uma lesão mediada e controlada na superfície da pele.

Dispara jatos de energia elétrica em um campo magnético seco, no caso, a pele, e não necessita de meios condutores.

Sua tecnologia pode ser despigmentante, inclusive para a remoção de micropigmentação. Além disso, proporciona a pigmentação em casos de leucodermias (manchas brancas da pele decorrente do excesso de exposição solar) e faz curetagem.

Amplamente difundido na área médica, hoje em dia, pode ser usado por profissionais de estética em intensidades mais baixas.

A caneta possui ponteiras que são chamadas de eletrodos, esses não encostam na pele e ao produzir o plasma não provova danos nas camadas mais profundas, atinge somente a camada córnea da pele, é portanto, mais superficial que o Jato de Plasma.

Qual a diferença entre Jato de Plasma e Eletrocautério?

O jato de plasma é a quarta matéria. Nós temos a primeira matéria que é o estado sólido, a segunda líquido, a terceira matéria o estado gasoso e quanto mais energia colocamos, altera-se até o plasma.

O plasma pode ser uma corrente contínua ou pulsada, depende do equipamento. E, na maioria das vezes iremos encontrar este plasma, na caneta do equipamento ou através de um gás.

O gás da caneta sofre uma descarga elétrica e vai fazer uma ionização com o ar ambiente para o nosso tecido. Ionizando esse ar e fazendo aí o jato de plasma que é o arco elétrico que visualizamos no momento da aplicação.

Hygiaplasma, que é o jato de plasma da KLD, trabalha com os modos contínuo e pulsado para a liberação de jato de plasma no tecido.

Podemos utilizar o modo de fulguração do equipamento de jato de plasma para retirada de micropigmentação. Ele vai deixar um aspecto da pele acastanhada, aos poucos saindo com o tempo.

A cliente deve tomar todo cuidado com a pele para não retirar essa camada que se forma.

Um dos diferenciais do equipamento é trabalhar no modo pulsado, pois neste modo, fazendo em varredura ele gera uma menor agressão em nosso tecido, então temos um processo inflamatório menor naquela região.

 

hygiaplasma-kld-02

O aparelho conta com 4 ponteiras, uma ponteira que irá ter o contado direto com a pele para fazer o peeling elétrico e preparar essa pele para receber o restante dos tratamentos. Duas ponteiras banhada à ouro para fazer a fulguração no tecido, e uma única ponteira que realiza eletropuntura.

O Hygiaplasma é um equipamento que não utiliza gás a parte, ele ioniza o ar ambiente, facilitando assim, a aplicação. No momento da aplicação, não acontece a fagulha elétrica. Ele realiza um arco elétrico arroxeado.

Já o eletrocautério é uma corrente alternada que também vai realizar a carbonização do tecido, mas através da corrente elétrica. A diferença básica entre Jato de Plasma e Eletrocautério, é que o Jato de Plasma ioniza o ar ambiente e o Eletrocautério trabalha com a carbonização, mas através da corrente elétrica.

 

New Skin

A tecnologia de eletrocautério do New Skin proporciona cauterização. A cauterização é um termo médico usado para descrever o ato de queimar parte do corpo humano para remover ou fechar alguma região. O New Skin promove a descarga de energia elétrica controlada para remoção superficial da pele, através da cauterização superficial.Funciona como Bisturi Elétrico (médico),transformando corrente elétrica de baixa frequência em corrente de alta frequência.

Tem a finalidade de: Coagular: Oclusão dos vasos sanguíneos; Dissecção: desidratação intensa eletrodo; Fulgurar: Coagulação superficial, indicada para eliminar pequenas proliferações celulares cutâneas e remover manchas (desidratação, ruptura e carbonização das células). É um equipamento que tem o diferencial de acompanhar aplicador de Led que auxilia no tratamento e tem um custo-benefício bem atraente. É aprovado pela Anvisa como Eletrocautério.

 

new-skin-mmoptics-removedor-de-manchas-por-eletrocauterio-01

 

Os dois equipamentos são muito indicados para tratamentos de rugas e estrias, retirada de micropigmentação e retirada de efélides.

 

 

Confira no Podcast

 

Postado em: Estética, Geral, Saúde e Bem Estar
Compartilhe:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *